sábado, 3 de abril de 2010

Ribeirão Preto participou da 1ª Conferência Nacional de Defesa Civil e Assistência Humanitária

Evento, de 23 a 25 de março, contou com três Guardas Civis Municipais representando o município. Conferência visa avaliar a situação de Defesa Civil, traçar diretrizes de atuação e fortalecer a participação social

Conferência Municipal de Defesa Civil, realizada este ano em Ribeirão Preto, assegurou ao município o direito de representatividade em Brasília, na Conferência Nacional de Defesa Civil


O município de Ribeirão Preto, representado pelos guardas municipais, Alexandre Pastova, Stelio Manuel Corêa da Fonseca e Jefferson Matiello, participou de 23 a 25 de março, da 1ª Conferência Nacional de Defesa Civil e Assistência Humanitária, que aconteceu no Centro de Eventos e Convenções Brasil 21, em Brasília. Também participou do evento Vera Lúcia Casemiro, representando a Sociedade Civil.
A conferência visou avaliar a situação de Defesa Civil, traçar diretrizes de atuação e fortalecer a participação social. Em janeiro de 2010 Ribeirão Preto sediou 1ª Conferência Municipal de Defesa Civil, iniciativa que assegurou ao município o direito de representatividade em Brasília. cerca de 1.500 delegados, escolhidos durante as etapas municipais e estaduais.
Entre os temas abordados, a Conferência busca a reativação do Fundo Nacional de Defesa Civil, a criação da carreira de Agente da Defesa Civil e o fortalecimento do Sistema Nacional de Defesa Civil (Sindec). Além disso, o evento discutiu e analisou os três painéis sobre os eixos da 1ª Conferência Nacional de Defesa Civil e Assistência Humanitária.
O primeiro eixo “Desafios para a efetivação da defesa civil no século XXI: Estado, Sociedade, Clima, Desigualdade e Desenvolvimento” foi apresentado por Marcos Vinícius, da Universidade Federal da Bahia (UFBA); Airton Bodstein de Barros, da Universidade Federal Fluminense (UFF); e Luiz Cavalcanti, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).
No painel “Políticas Públicas de atenção integral ao cidadão: o paradigma da Assistência Humanitária”, a apresentação ficou sob a responsabilidade de José Magalhães, da Cáritas; Guilherme Franco Netto, do Ministério da Saúde, e Rejane Lucena, da coordenadoria de Defesa Civil de Jaboatão dos Guararapes.
O último painel abordou o tema “Mobilização e participação da sociedade na prevenção e no controle social sobre a efetivação da política pública de Defesa Civil”, com a participação de Márcio José Dertoni, da Petrobrás, e Cilene Victor da Silva, da Associação Brasileira de Jornalismo Científico.
O processo compreende uma mudança de atitude, ter acesso a recursos técnicos e materiais necessários, assim como assumir responsabilidades para levar a efeito atividades planejadas para a redução de riscos e desastres, e construir comunidades mais seguras. Segundo André Luiz Tavares, coordenador interino da Defesa Civil de Ribeirão Preto, a conferência trata de questões ligadas a conhecimentos técnicos em Defesa Civil, bem como medidas de prevenção e redução de desastres e catástrofes, além de difundir junto à comunidade um compromisso e consciência de construção de uma cultura de Defesa Civil, profissionalizando as ações desta área.

Nenhum comentário:

Postar um comentário