quarta-feira, 24 de julho de 2013

Base Comunitária da Guarda Civil Municipal da região Norte completa um ano de atividade em parceria com a população

Coordenadoria de Comunicação Social - Notícias
Ribeirão Preto, 03 de Junho de 2013 - 12h44

Localizada na Vila Tecnológica, entre os bairros Maria Casagrande e Jardim Alexandre Balbo, Base Comunitária contribui com a redução de violência e criminalidade na região
Foto Carlos Natal

Base Comunitária garante maior segurança aos moradores e contribui com a redução de violência e criminalidade naquela região

A Base Comunitária da Guarda Civil Municipal da Região Norte completou um ano de atividade, em parceria com a população, no último sábado, dia 1º de junho. A implantação deste trabalho foi iniciativa da prefeita Dárcy Vera, em novembro de 2010, quando instalou a 1ª Base Comunitária da GCM em Bonfim Paulista. A iniciativa partiu da necessidade de levar aos bairros um serviço que aproximasse a população da guarda. “A prática desta atividade associada à intensificação das rondas diurnas e noturnas e parceria da população já garantem maior segurança aos moradores e contribui com a redução de violência e criminalidade naquela região”, afirma a prefeita Dárcy Vera, que nesta segunda-feira despachou de sua residência.
Localizada na rua Antônio Carlos Pinho Santana, na Vila Tecnológica, entre os bairros Maria Casagrande e Jardim Alexandre Balbo, a Base Comunitária da região Norte foi a quarta Base a ser implantada, de um total de cinco, que estão instaladas nos seguintes locais: Base Comunitária da GCM de Bonfim Paulista (localizada na rua Coronel José da Silva, nº 309, no Centro de Bonfim Paulista - implantada em 12 de novembro de 2010); Base Comunitária da Região Sudeste (localizada na rua Benedito Tórtoro, s/n, ao lado do número 105 - inauguradaem 22 de junho de 2011 e que atende os bairros: São José, Roberto Benedetti (Bancários), Manoel Penna, Recreio Anhanguera, Recreio das Acácias e imediações); Base Comunitária da Praça Rômulo Morandi (localizada na rua Luiz Barreto, entre as ruas Conde Francisco Matarazzo e José de Alencar e beneficia cerca de 38 mil moradores – instalada em 15 de dezembro de 2011); Base Comunitária da Região Norte (localizada na rua Antônio Carlos Pinho Santana, na Vila Tecnológica, entre os bairros Maria Casagrande e Jardim Alexandre Balbo - implantada em 1º de junho de 2012); e Base Comunitária do Parque Tom Jobim (instalada dentro do próprio Parque, localizado na rua Luiz A. Velludo, Cel. Américo Batista, avenida Octávio Golfeto – no bairro José Sampaio - e  que já está com 60% de construção em andamento.
Completando as Bases Comunitárias, ainda há a Sede da GCM localizada na Rua Lafaiete, nº 1676 - no Bairro Vila Seixas e a Cabine da GCM instalada no Calçadão de Ribeirão Preto.
Segundo André Luiz Tavares, superintendente da Guarda Civil Municipal, Ribeirão Preto se tornou exemplo na região, diante do trabalho de implantação das Bases Comunitárias. A proximidade gerada entre a população e o Guarda Municipal é um fator positivo, bem como os registros constatados de redução da violência e criminalidade nos diversos pontos da cidade, além da satisfação da população pela conquista do serviço”, explica André Tavares.
Paralelamente às Bases Comunitárias, a GCM alavancou seu trabalho de segurança na cidade desenvolvendo ações conjuntas com a Polícia Militar por meio de duas atividades. Uma delas foi a instalação da Base Comunitária Móvel, mais um serviço implantado pelo atual governo em dezembro de 2012, e o outro foi o Projeto ‘Olhos de Águia II’, ampliado em maio de 2012, e  que expandiu de 17 para 146 câmeras, passando a atender também órgãos e vários espaços públicos. Todas essas ações  possibilitam maior segurança à população e agilidade e eficiência nos registros de ocorrências”, explica Tavares.
Segundo o superintendente da Guarda Civil Municipal, a assinatura deste termo de adesão ao Programa ‘Crack, é possível vencer’ confirma que Ribeirão Preto tem um plano de ações integradas de enfrentamento ao crack e outras drogas aprovado pelo Ministério da Justiça. “O programa nos oferece várias ações, no segmento de segurança, saúde e assistência social, visando à prevenção, cuidado e segurança”, destaca Tavares.
Assinatura de termo de adesão ao Programa ‘Crack, é possível vencer’ - De acordo com André Tavares, Ribeirão Preto deve receber até o mês de julho, mais duas Bases Comunitárias Móveis que atenderão, respectivamente, aos Complexos Ribeirão Verde e Paulo Gomes Romeo, dotando cada Base de 20 câmeras de videomonitoramento fixo, num total de 40 câmeras. “Além disso, o município ainda receberá quatro viaturas com quatro rodas e quatro viaturas com duas rodas, bem como realizará curso de formação em policiamento comunitário para 80 guardas civis municipais, ministrado por profissionais da Secretaria Nacional de Segurança Pública e doação de armas não letais. As bases comunitárias móveis são fundamentais para nossa cidade, assim como as câmeras de monitoramento, como forma de coibir furtos, e roubos. Esses benefícios garantirão melhores condições de segurança da cidade”, completa André Tavares.


Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto - Praça Barão do Rio Branco, s/nº - Centro - CEP 14010-140 - Fone (16) 3977-9000
Desenvolvido por Coderp (Cia. de Desenvolvimento Econômico de Ribeirão Preto) e Coordenadoria de Comunicação Social

Nenhum comentário:

Postar um comentário