terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

1º Seminário sobre Segurança Pública da Região Metropolitana de Ribeirão Preto/SP

Organizada pela Comissão Especial de Estudos da Câmara Municipal, sob a Presidência do Nobre Vereador Maurílio Romano (PP) e demais integrantes da CEE vereadores Evaldo Mendonça – Giló (PR), Gilberto Abreu (PV), Nicanor Lopes (PSDB) e Léo Oliveira (PMDB), que analisa a Criação e Implantação da Região Metropolitana de Ribeirão Preto, com apoio da Prefeitura, por meio da Guarda Civil Municipal, o 1º Seminário sobre Segurança Pública da Região Metropolitana reuniu, nesta segunda-feira, dia 21 de fevereiro, autoridades e representantes de entidades ligadas à segurança. O evento teve como objetivo debater e divulgar o trabalho desenvolvido pelas instituições policiais, além de organizar um trabalho conjunto entre as cidades, buscando a diminuição dos índices de criminalidade na região.
O seminário contou com palestras de representantes da Polícia Civil: delegado titular da DIG, José Gonçalves Neto; Polícia Militar e Federal: delegado Edson Geraldo de Souza; Poder Judiciário: Guaci Sibille Leite; Comandante da Guarda Civil Municipal de Ribeirão Preto: André Tavares. As palestras abordaram temas como Tráfico de Drogas, Crime Organizado, Controle de Armas e as formas de um combate integrado a criminalidade.
A idéia é criar um Plano Regional de Prevenção e Combate à Violência. Este plano deverá prever uma ação concentrada, a nível Regional, e com a participação de todos os setores do governo e da sociedade civil numa causa que é, acima de tudo, um imperativo ético e uma questão de Direitos Humanos, Prevenção e Combate à Violência.
O evento contou com a presença de prefeitos, vereadores, deputados estaduais e federais, Guardas Civis Municipais, Policiais Federais, Civis e Militares, representantes de Conselhos de Segurança, entidades de classe, de bairros, entre outros.

“A Prefeitura, por meio da Guarda Civil Municipal, tem defendido ações para a integração das forças policiais que atendem a região, criando assim, uma resolução para os problemas ligados à segurança. Contamos com a participação de todos os setores do governo e da sociedade civil no combate à violência”, destacou André Tavares.


2 comentários:

  1. Caro Comandante...
    Meu nome é Ricardo de Palma, sou GCM na Cidade de Rio Claro/SP e chefe adm do Canil da GCM, defendo a idéia de que todas as GCM's deveriam empregar cães no auxílio do policiamento preventivo e ostensivo.
    Além desse trabalho, os cães farejadores são eficazes ferramentas de detecção de entorpecentes e armas.
    Os Canis em quase todo Estado, vem prestando importantes trabalhos, principalmente em apoio as Policias Militares, Civil e Federal, provando sem sombra de duvidas a importância deste departamento.

    ResponderExcluir
  2. Não medirei esforços para estar presente no Seminário, pois carrego por onde vou minha bandeira. Tudo o que da certo para minha corporação dará certo para a sua e vice-versa.
    A padronização de nossos serviços, independente da jurisdição municipal, fortalecerá as Guardas Municipais e com isso seremos levados a sério por parte dos políticos que dizem: "Porque vamos dar mais poderes para eles, se eles não sabem administrar o poder que tem..."
    Abraços...
    GCM Palma - CANIL GCM Rio Claro/SP

    ResponderExcluir